quinta-feira, 8 de janeiro de 2009

A PORNOGRAFIA NA ORDEM DO DIA

Nos Estados Unidos já há magnatas da indústria da pornografia que começam a deitar contas á vida.
Larry Flynt (que já deve estar mais para lá do que para cá) e um outro rei das brincadeiras para adultos, sentem o negócio ameaçado por culpa da crise.
Parece que o pessoal anda um bocado em baixo e consome menos aquele tipo de produtos.
Coitados.
Decidiram então pedir um apoio de cinco milhões de dólares ao governo, a fim de evitarem mandar para o olho da rua todos aqueles talentosos actores (e actrizes) que a natureza entendeu dotar tão criteriosamente.
Obama lhes valha.


Ao mesmo tempo, em Itália, as coisas são vistas por um outro prisma.
O senhor Berlusconi, miserável moralista que é, decidiu taxar todo o material considerado pornográfico:
"Toda a obra literária, teatral e cinematográfica, audio-visual e multimédia, também realizada e reproduzida sobre suporte informático e telemático (sic), em que estejam presentes imagens ou cena com actos sexuais explícitos e não simulados, entre adultos."
Tomem lá mais 25% de imposto, para ajudar a suportar a crise.
A lei existia desde 2002 mas não tinha ainda sido aplicada.


E quanto a nós? - perguntarão os senhores e muito bem.
Pois parece que Sá Leão, que não é menino de deixar os seus créditos por mãos alheias, se atirou para a frente com um pedido de suporte financeiro ao governo, na ordem de vários biliões de Euros.
Diz que os seus produtos exportavam muito bem para a China, Vietname e Croácia quando a estuporada crise (expressão sàleonina) lhe veio estragar a festa.
Adianta ainda que não se acha com menos direitos do que os gestores do BPN, do BPP da CGD e outros que tais..
E tratou de organizar uma simbólica manifestação em frente do Palácio de S.Bento, onde podiam ver-se os seus principais actores (e actrizes) em trajes de trabalho.
Infelizmente, ao fim da tarde de hoje foram obrigados a desmobilizar devido às baixas temperaturas que se faziam sentir na capital.

Mais resistente se mostrou um aguerrido grupo de professores que também por ali andava com vários cartazes onde podia ler-se:
"OS PROFESSORES TÊM SEMPRE RAZÃO.
PORNOGRÁFICA É A AVALIAÇÃO!"
Ou:
"VAMOS CONTINUAR EM LUTA
QUE A LURDINHAS É UMA ANTIPÁTICA!"

Aguardam-se com interesse as reportagens de exteriores da SIC e TVI.

*****************************************

13 comentários:

salvoconduto disse...

Ou há moralidade, ou comem todos...

Duarte disse...

A demanda é a que faz com que o produto tenha saída e, se é vendível, é precisamente pelo facto da demanda superar a oferta.
Um grande baraço

Duarte disse...

Quis dizer abraço.
Agora agrego beijinhos.

A. João Soares disse...

Certamente que actores e actrizes dessa arte conseguirão obter subsídios: Os governantes também beneficiam, porque copulam os portugueses descaradamente!!! A não ser que não concedam o subsídio para não protegerem a concorrência!
Mas onde chegou a falta de senso! O que mais iremos ver?
Beijos
João

Ana disse...

Salvo:
Pois também me parece.
Todos têm direito á vida...

Abraço

Ana disse...

Duarte:
Baraço embaraçava um bocado, hehehe...
Mas podia ser... um grande baraço para lhes atar ao pescoço...

Lá se acabaram as férias.
Não há bem que sempre dure...

Abraço

Ana disse...

João:
A notícia relativa aos Estados Unidos apareceu no fecho do Telejornal da RTP. Com o José Rodrigues dos Santos a comentar:
"Terminamos com um final picante..."
A peça era retirada da CNN e houve quem considerasse a iniciativa como uma forma de obter publicidade gratuita.
Tudo serve, realmente, porque é destas e de outras semelhantes que é feito o bloco noticioso do horário nobre, no nosso serviço público de televisão.
À hora do almoço, a abertura foi dedicada ao frio e gastaram com isso 15 minutos.
É jornalismo de primeira água.
Ou de primeiro gelo...

Abraço

Maria disse...

Eu ando a leste disto tudo...
Nem vi a rtp, nem coisa nenhuma relacionada com!
Nem as meninas em s. bento, caraças...
é o que faz andar entretida com outras "guerras"...

Beijinho, Ana

(mas também é pornoigráfica a ajuda do governo ao BPP...)

Ana disse...

Minha querida Maria:
A menina não têm o dom da ubiquidade, logo...
Se estava a leste não conseguia ver o que se passava a oeste.
Pois eu bem sei quais foram as guerras de hoje.
Mas não dei por qualquer reportagem no noticiário, o que também não é de admirar.

Acabo de me aperceber da minha gralha no texto.
Mas não perde pela demora...
Obrigada pelo toque.

Beijinho

Cris Caetano disse...

E eu comecei a divagar sobre a liberdade sexual que existe hoje e a necessidade da pornografia e não cheguei a lugar algum.... mas eu acho engraçado quando vão à programas de TV defender a ¨arte¨ da coisa.

Beijinhos

Ana disse...

Cris:
Cada qual come do que gosta e gostos não se discutem:)))
Já quanto a subsídios do governo parece-me uma boa palhaçada.
Talvez seja mesmo um golpe publicitário...

Beijinho

Ze_Cuscopos disse...

Cara vizinha Ana,

Contaram-me que num desses estabelecimentos que vendem "aqueles famosos" objectos de prazer e lascívia, se encontrava, para venda, na zona dedicada aos produtos afrodisíacos, uma garrafa de Vinho do Porto.

Bom, não sei se, de facto, esse produto, que muito prezo, tem esses efeitos secundários. No entanto, encontrando-se a ser comercializado num local daquele calibre, o mínimo que lhe poderiam ter feito seria mudar o nome para... Vinho do Porno!

Não acha?

À Sua!!!

Hic Hic Hurra

Ana disse...

Caro Zé:
Muito me conta!
Temos portanto um Pornoporto e não sabíamos?
É sempre a mesma coisa. Nunca damos o devido valor ao que produzimos.

À sua!

E cuidadinho com as provas.