quarta-feira, 31 de dezembro de 2008

E...FELIZ ANO NOVO!

Como diziam estes senhores, exactamente há vinte anos:

"Seems to me now
That the dreams we had before
Are all dead, nothing more
Than confetti on the floor
It's the end of a decade
In another ten years time
Who can say what we'll find
What lies waiting down the line
In the end of eighty-nine...

Happy new year
Happy new year...

Muito obrigada a todos os que se dispuseram a deixar aqui os seus comentários, desde o início deste blogue.

Que o novo ano não nos deixe perder o sorriso!

******************************************

INTERVALO PUBLICITÁRIO

Those were the days...

***********************************

segunda-feira, 29 de dezembro de 2008

NABEIRO, NABEIRO...

O país precisa de empresários com iniciativa, como de pão para a boca.
E eu aprecio imenso uma boa surpresa, embora hoje em dia já sinta tendência para encarar a maior barbaridade como uma coisa natural.
Se há gelados com sabor a sardinha, leites com aroma de laranja, patés de coisa nenhuma sabendo a gambas, queijos com gosto de presunto e águas com os mais diversos paladares, a bela azeitona a saber a café sentir-se-á agradavelmente acompanhada nas prateleiras dos supermercados.
O diabo pode ser a nossa vigilante e sempre amiga ASAE.
E se o produto, como receia o responsável técnico do laboratório, perde as propriedades e o aroma antes de expirar o seu período de validade e fica a saber apenas a azeitona?
Era o que se poderia chamar uma fertilização in vitro muito mal sucedida.
Embora a azeitona, neste caso, estivesse livre de vir a sentir dúvidas "de género", if you know what I mean.

O produto apresenta-se como "INOVADOR, COM CARACTERÍSTICAS ORGANOLÉPTICAS QUE IRÃO SURPREENDER OS APRECIADORES DE AZEITONAS E DE CAFÉ".
As tais características (diz o dicionário que são propriedades com que os corpos impressionam os sentidos) parecem-me bem.
Só à conta delas se poderia escrever um post inteirinho mas não temos tempo.
Preparemo-nos então para, no final de cada refeição no restaurante, passarmos a ouvir o empregado perguntar:
-"E AGORA É CAFÈZINHO OU AZEITONA?"

Nabeiro, Nabeiro, põe-te a pau.

*****************************************

sexta-feira, 26 de dezembro de 2008

POEIRA DE ESTRELAS

É Sexta-feira.
A Maria (http://ocheirodailha.blogspot.com/) lembrou-me que passou ontem mais um ano sobre a morte de CHARLIE CHAPLIN.

A "POEIRA" de hoje teria de ser forçosamente dedicada a este vulto maior da cinematografia.

"SMILE", tema inesquecível, foi uma das suas felizes composições.

Um talento a recordar, sempre.

Bom fim de semana.

****************************************

terça-feira, 23 de dezembro de 2008

TEMPO DE NATAL

Também é tempo de recordar.

Pedaços de alguns clássicos do cinema, ao som de KENNY G.

HAVE YOURSELF A MERRY LITTLE CHRISTMAS!

*****************************************
(cá temos outro onde pode aparecer a frase "EMBEDDING DISABLED BY REQUEST".
Se for o caso, carregue na tecla f5, ou em ESC e, a seguir, clique duas vezes na seta do vídeo)

Decididamente, o YouTube não está imbuído do espírito natalício.

*****************************************

segunda-feira, 22 de dezembro de 2008

TEMPO DE NATAL

Pode o Natal ser tema para músicos de Jazz?
Pode.
Como se vê aqui na amostra:

DAVID SANBORN executando no seu sax
"RAIN ON CHRISTMAS.

E se por acaso chovesse um bocadinho, a temperatura sempre subia qualquer coisa e escusávamos de andar tão enroupados.

FELIZ NATAL!

********************************

domingo, 21 de dezembro de 2008

TEMPO DE NATAL

UMA FANTASIA PARA OS MAIS PEQUENOS...
UMA MELODIA PARA TODOS.

::::::::::::::::::::::::

INTERVALO PUBLICITÁRIO

FANTASIAS DE NATAL...
Ou um anúncio que ficou na nossa memória...

*****************************

sábado, 20 de dezembro de 2008

TEMPO DE NATAL

CELTIC WOMAN - "The First Noël"

**************************

sexta-feira, 19 de dezembro de 2008

NÃO CONSEGUE VER O WHITE CHRISTMAS?

O YouTube resolveu pregar-me a partida.
Se lhe aparece a frase "EMBEDDING DISABLED BY REQUEST", carregue na tecla F5 (ou refresh) e a seguir clique duas vezes na seta do vídeo.
Irá vê-lo directamente no YouTube.

As minhas desculpas pela birra do servidor.

***********************************

POEIRA DE ESTRELAS

1954
NATAL BRANCO
REALIZAÇÃO - Michael Curtiz
MÚSICA - Irving Berlin
Com Bing Crosby, Rosemary Clooney, Danny Kaye e Vera Ellen.

Foi o primeiro filme rodado no formato VistaVision, num esplendoroso Tecnicolor.
Simples, despretencioso, feito para ser apenas um espectáculo próprio desta época festiva.

O tema WHITE CHRISTMAS sempre foi, desde 1995 (ano da estreia em Lisboa no cinema IMPÉRIO), a "minha" música de Natal.

E uma vez que me encontro no meio dum complicado processo de extracção de todas as pedras do sapato a fim de poder colocá-lo, bem limpinho, na chaminé, no dia 24, irei postando apenas música alusiva à quadra.

A quem passar por aqui, os meus votos de

FELIZ NATAL

***********************************

quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

DUAS EMPRESAS, DUAS MENSAGENS

Terça-feira, 16 de dezembro, 12h 30m:
Na caixa do correio, por coincidência, estão dois sobrescritos, chegados na mesma altura.
.
No primeiro, um singelo cartão de Boas Festas.
Sem facturas, sem promoções.
Simpático. Considerando a péssima cliente que eu sou. Frequento os cinemas de longe em longe e compro pouco.
.
No segundo, uma factura da PT, envolta num folheto publicitário do MEO.
A primeira coisa que salta à vista é a frase "DEVES PENSAR QUE EU SOU
O PAI NATAL".
Não achei piada, devo confessar.
Considerando o dinheirão que a empresa me saca ao longo do ano, em telefone e ADSL.

A gentileza do EL CORTE INGLÉS, colocada assim ao lado da graçola da PT, marca o fosso que existe entre duas estratégias para tentar seduzir clientes.
Ou a distância que existe entre um gentleman e um cigano.

O cigano que me desculpe a comparação.

*******************************

segunda-feira, 15 de dezembro de 2008

PORTUGAL, PAÍS BONDOSO

Ainda o tão amado Obama está para tomar posse e já nosso ministro Amado se chegou à frente, oferecendo um simpático asilo a 6 detidos em Guantânamo.
Todos ilibados, garante a minha amiga Ana Gomes.
Clive Smith, director da REPRIVE (organização internacional de direitos humanos) engoliu imediatamente meia dúzia de epítetos que já tinha na ponta da língua, prontos para invectivar Portugal, à conta dos voos da CIA e escancarou-se num sorriso eufórico:
-"PODE SER JÁ AMANHÃ! É TREMENDO (a palavra é do Expresso) O QUE O VOSSO PAÍS ESTÁ A FAZER!"
Por coincidência, eu também empregaria a mesma palavra, embora o sentido fosse outro.
Adiante.

Enquanto os restantes diplomatas europeus se mostram cautelosos, evitando pronunciar-se até à passagem de testemunho nos States, o Dr. Amado encontra-se debruçado sobre a melhor forma de integrar os 6 felizardos.
Uma das soluções seria eliminar toda a burocracia que envolve os processos de adopção, a fim de que alguns casais sem filhos pudessem vir a acabar de criar um mocetão paquistanês, iraquiano ou afegão.
-"UM PEQUENO DESTES - terá dito o ministro - SUBSTITUI UM BEBÉ, COM TODA A VANTAGEM.
POUPA-SE NAS FRALDAS, NAS VACINAS, NO PEDIATRA, NOS BRINQUEDOS."
Entretanto, na hipótese remota de ficarem três ou quatro sem pais dispostos a aturá-los, propõe-se fazer umas rifas dos que sobrarem.
.
Não pretendendo adoptar, para não ficar com o estatuto de mãe relativamente aos rapazes, Ana Gomes (segundo fonte geralmente fidedigna) andará já a afiar o dente para comprar o maior número de rifas que o seu modesto vencimento lhe permitir.

-"PELO MENOS DOIS TÊM DE SER PARA MIM!"- terá desabafado com a sua porteira, ontem à tarde, quando foi pôr o lixo à porta.

**************************************

sexta-feira, 12 de dezembro de 2008

POEIRA DE ESTRELAS

1964
ZORBA, O GREGO.
Anthony Quinn dançando o "SIRTAKI" com Alan Bates.
Música inolvidável de Mikis Theodorakis.

3 ÓSCARES:
MELHOR ACTRIZ SECUNDÁRIA - Líla Kédrova
MELHOR DIRECÇÃO ARTÍSTICA - Vassilis Photopoulos
MELHOR FOTOGRAFIA (preto e branco) - Walter Lassally.

Lamentavelmente, o vídeo não é da melhor qualidade...

Bom fim de semana.

********************

terça-feira, 9 de dezembro de 2008

TIREM-ME DAQUI!

Se nós temos os nossos caldinhos KNORR e MAGGI (passe a publicidade) os ingleses e afins, têm o BOVRIL.
Em cubos, sob a forma de paté e em frascos de extrato de carne.
Têm, disse eu?
Tinham.
Mas vão passar a não ter, durante uns tempos.
As autoridades mandaram já retirar do mercado todas as formas do produto, que se verificou estar contaminado por salmonelas.
O que se passa por cá, além das dioxinas na carne de porco importada e talvez na de vaca, com a mesma proveniência, ainda não sabemos.
Sabemos é que, quando não são as dioxinas são as salmonelas e quando não são as salmonelas é a peste suína, a brucelose, a língua azul, a febre aftosa e por aí adiante, que o rol é extenso.
Seja lá pelo que for, calculo que já estejam na fila de espera para retirar, a carne de frango, de borrego, de pato, de perú, (mas não antes do Natal) os ovos, o leite, os queijos, os iogurtes e os enchidos. Não esquecer nunca os enchidos.
Para já não falar nos peixes de cultura.
Que os outros também não perdem pela demora.
.
O caso é o seguinte:
Se por ventura eu deixar de aparecer por estas bandas, é sinal de que decidi ir juntar-me àquela seita de hippies alemães que vivem ao relento lá pelo Alentejo e quase só comem vegetais crus, da sua lavra.
Admito que sejam um tanto ou quanto porcalhões mas saúde diz que não lhes falta.

Para já e com a vossa licença, está-me a apetecer um desabafo:
CHIÇA!!!

***************************************

segunda-feira, 8 de dezembro de 2008

UM VERDADEIRO DANDY

Temos então um primeiro ministro que não deixa os seus créditos por mãos alheias, no que à elegância diz respeito!
"MAGAZINE", el dominical del diario EL MUNDO, ha seleccionado a «AQUELLOS VARONES QUE SE HAN DESTACADO A LO LARGO DEL AÑO POR CONJUGAR VALORES INTERNOS Y EXTERNOS, POR DEMOSTRAR QUE SUS VIRTUDES INTELECTUALES, CREATIVAS Y PROFESIONALES SON ACORDES CON SU PUESTA EN ESCENA, CON SUS MUY CUIDADAS PRESENCIA FÍSICA Y HÁBITO»

Tomem e embrulhem, que o que temos aqui é um verdadeiro dandy.
.
E passo a lembrar a listazinha, para os mais distaídos:
1 - KARL LAGERFELD
2 - ROGER FEDERER
3 - BARACK OBAMA
4 - BRAD PITT
5 - PRÍNCIPE HAAKON da Noruega
6 - JOSÉ SÓCRATES PINTO DE SOUSA
7 - JUDE LAW
8 - PRÍNCIPE CARLOS de Inglaterra
9 - NICOLAS SARCOZY
10 - PRÍNCIPE KYRIL da Bulgária.

Se querem a minha opinião, isto é uma grande vergonha para o Sarcozy.
Mas é sempre assim. Logo que um homem se casa, desata a desleixar-se com a aparência (entre outras coisas).
Se calhar por isso é que o nosso primeiro não se decide a casar, preferindo continuar um janota.

Para os curiosos da Língua Portuguesa, deixo aqui meia dúzia de linhas escritas por António Feliciano de Castilho (1800-1875):
"Pelo que toca a janotas, confesso-vos, com a minha sinceridade de roupeta encanecido, que ainda não caí bem no que tal nome signifique. O meu amigo, que veio jantar com o vosso programa, me disse que «janota» designava hoje (por volta de 1850) o que em diversos tempos se chamava: peralvilho, taful, petimetre, casquilho, pimpão, peralta, quebra-esquinas, namorador, coraçãozinho de alcouce, cavalheiro servente, chichisbéu, maricas, espanadinho, alfenado ( o verbo alfenar significava «enfeitar»), cãozinho de regaço, almiscarado (é a partir do almíscar que se fazem os perfumes), menino, frança (pela cópia das modas de Paris), francelho, faceira, loireiro, loiraça, amoladinho, pintalegrete, maricas macha, neutrinho, perna-tesa, trasgo, bule-bule, boneco enfeitado."

Juro que isto é tudo palavreado de Castilho.
Eu seja ceguinha!

*******************************************

Etiquetas
: "Elucidário de Conhecimentos quase Inúteis" de Roby Amorim.

*******************************************

sexta-feira, 5 de dezembro de 2008

POEIRA DE ESTRELAS

Porque hoje é Sexta-feira...

O PIANO - 1993
Produção conjunta da Austrália, Nova Zelândia e França.
O cenário é duma Nova Zelândia do século XIX.

REALIZAÇÃO e ARGUMENTO - Jane Campion
PRODUÇÃO - Jan Chapman, Alain Dépardieu e Mark Turnbull
MÚSICA ORIGINAL - Michael Nyman

3 ÓSCARES:
MELHOR ACTRIZ - Holly Hunter
MELHOR ACTRIZ SECUNDÁRIA - Anna Paquin
MELHOR ARGUMENTO ORIGINAL - Jane Campion

INTÉRPRETES:
Holly Hunter, Harvey Keitel, Sam Neil e Anna Paquin.

Uma história que só podia ter sido contada por uma mulher.

BOM FIM DE SEMANA.

********************

quinta-feira, 4 de dezembro de 2008

4 DE DEZEMBRO DE 1980

CESSNA YV-314 P:

CADEIRA 1 - Jorge Manuel Moutinho de Albuquerque
CADEIRA 2 - Alfredo de Sousa
CADEIRA 3 - Adelino Amaro da Costa
CADEIRA 4 - Maria Manuela Simões Vaz Pires Amaro da Costa
CADEIRA 5 - Francisco Sá Carneiro
CADEIRA 6 - Ebbe Merete Seidenfaden Abecassis (Snu)
CADEIRA 7 - António Patrício de Gouveia

Viajavam com destino ao Porto.
Alguém não quis que lá chegassem.
Uma enorme máquina de desinformação foi posta a funcionar.

Em 28 anos, essa máquina não sofreu qualquer avaria.

************************************

O SENHOR CORONEL É QUE SABE

Pelos vistos, o português, de há uns anos a esta parte, passou de conformado e calmo, a impaciente e ansioso.
Vá lá saber-se porquê.
Mesmo que consiga abstraír da crise, sente-se enervado nas longas filas de trânsito.
Nas bichas dos autocarros, quando estes não cumprem os horários.
Nas estações ferroviárias, se o comboio calha a atrazar-se uma horita.
Na sala de espera do dentista, caso a consulta tarde o seu bocado.
De cada vez que o petróleo desce e a gasolina sobe.
Se por ventura se distrai a olhar a vizinha do prédio em frente e assenta o pé em cheio no cocó que o cãozinho da dita lhe deixou no passeio.

As manifestações dessa ansiedade variam, conforme a circunstância e o local.
Podem mesmo revelar-se funestas, quando se trata de ligar o 112 e de lá demoram um bocadito a atender.
Foi pelo menos o que assegurou o Senhor Coronel Abílio Gomes, cardiologista de formação e ilustre presidente do Instituto Nacional de Emergência Médica.
- "O MOTIVO DE SE VERIFICAR UMA MÉDIA DE 100 CHAMADAS DIÁRIAS NÃO ATENDIDAS PELO INEM, PRENDE-SE COM O FACTO DE OS PORTUGUESES NÃO CONTROLAREM A SUA ANSIEDADE. ISSO LEVA-OS A DESLIGAREM O TELEFONE, ANTES QUE HAJA RESPOSTA DO OUTRO LADO."
Se o Senhor Coronel o diz, longe de nós qualquer dúvida.

Por mim, do que os portugueses precisam é de emborcar mais umas quantas embalagens de PROZAC, ou do correspondente genérico que sempre sai mais barato.
Talvez assim consigam esperar meia hora, uma hora, o que for, de telefone pregado ao ouvido, até que uma alma bondosa atenda de lá.
Pode o doente ou sinistrado gemer à vontade ou esticar mesmo o pernil, que quem fez a chamada ficará ali impávido, como o Senhor Coronel gosta.
E sereninho, sereninho.
Como mandam as regras.

************************************

terça-feira, 2 de dezembro de 2008

AMOROSOS OU... ?

35 Dólares, é quanto custa um par de sapatinhos de salto alto para bebé.
Leu bem. Para bebé.
Estando na disposição de gastar mais 10 Dólares, poderá adquirir igualmente um pequeno soutien correspondente à mesma medida.
Os adereços são confeccionados com materiais macios e anti-alérgicos. Cores alegres, embora também possam encomendar-se modelos em preto.
Se assim não fosse, as mamãs GÓTICAS sentir-se-iam discriminadas.
Os saltos têm sabor a baunilha, o que é bom, uma vez que as (os) bebés que irão usar estes sapatos estarão provavelmente a atravessar a chamada fase oral.
Trocado por miúdos, quer dizer que levam tudo à boca.
A nova moda que já anda a ser discutida no MSNBC.com há uns meses, deu origem a um forum para discutir como qualificar os acessórios: serão "CUTE OR CREEPY?"
Que é como quem diz: "AMOROSOS OU DE METER MEDO?"
Eu não me pronuncio.
Apenas me lembrei de que estamos em época natalícia e limito-me a dar conhecimento às mamãs eventualmente interessadas.
Nem sequer recebo comissão, é bom que se note.
E assim que se lembrarem de lançar no mercado umas fraldas autocolantes com o feitio de EVAX PLUS, cá estarei para fazer a divulgação.

Espero que o Almodôvar, entretanto, não deixe escapar o tema e o explore, com todo o seu talento, no próximo filme.

*******************************

segunda-feira, 1 de dezembro de 2008

BOLAS DE NATAL

Não faço a menor ideia de quem, na CML, é o responsável pelo pelouro que se ocupa da decoração natalícia dos espaços nobres da cidade.
Mas quando, rumo à baixa em noite chuvosa, deparei com as primeiras bolas mastodônticas da TMN,
.
a "decorar" o Marquês de Pombal e outras (muitas outras), apoiadas sobre toscos e avantajados cepos, ocupando o Terreiro do Paço, tive a intuição de que o tal responsável só pode ser um dos mesmos brutinhos que decidiram tapar com contentores parte da nossa zona ribeirinha.
Calculo que a receita obtida com o aluguer do espaço dê jeito, partindo do princípio de que a TMN não vai dar o calote à Câmara, coisa com que já ninguém se admiraria.

Entre o Marquês e o rio, a Santa Casa da Misericórdia resolveu acampar ali em pleno Rossio, entre mamarrachos vários de um mau gosto desolador.
Tudo muito escuro, muito soturno, que a luz está pela hora da morte.
E foram aqueles senhores tão lestos a retirar a "pirosa" bandeira do Parque Eduardo VII...

Ora bolas, que antes eu não tivesse saído de casa!


***********************************