quarta-feira, 17 de dezembro de 2008

DUAS EMPRESAS, DUAS MENSAGENS

Terça-feira, 16 de dezembro, 12h 30m:
Na caixa do correio, por coincidência, estão dois sobrescritos, chegados na mesma altura.
.
No primeiro, um singelo cartão de Boas Festas.
Sem facturas, sem promoções.
Simpático. Considerando a péssima cliente que eu sou. Frequento os cinemas de longe em longe e compro pouco.
.
No segundo, uma factura da PT, envolta num folheto publicitário do MEO.
A primeira coisa que salta à vista é a frase "DEVES PENSAR QUE EU SOU
O PAI NATAL".
Não achei piada, devo confessar.
Considerando o dinheirão que a empresa me saca ao longo do ano, em telefone e ADSL.

A gentileza do EL CORTE INGLÉS, colocada assim ao lado da graçola da PT, marca o fosso que existe entre duas estratégias para tentar seduzir clientes.
Ou a distância que existe entre um gentleman e um cigano.

O cigano que me desculpe a comparação.

*******************************

15 comentários:

Maria disse...

A PT é, sempre foi, "desajeitada"...
Quando tinham o monopólio da comunicação estavam-se nas tintas para os clientes, quando o pessoal começou a sair para a concorrência encheram-se de brio e de promoções e etc.
Não há semana nenhuma em que não me telefonem a oferecer contratos fantásticos e bónus especiais...

Beijinho

salvoconduto disse...

Também devia haver um "anti-spam" para o correio normal...

Pedro disse...

A afirmação do MEO pode ser formulada de várias formas no caso de invertermos os papéis de emissor e receptor. Assim, eu como consumidor digo-lhes: Deves pensar que eu sou otário; Deves pensar que eu sou rico sem ter de fazer ao dinheiro; deves pensar que eu não existo... Entre outras variantes possíveis, tendo em conta a prontidão da assistência técnica do serviço deles e os preços que praticam para os clientes mais antigos - não cobertos pelas promoções actuais.

Ana disse...

Maria:
Já que falas nisso, outra das especialidades da PT é caír-nos no prato da sopa, à hora do jantar.
Já tenho deixado de atender outras chamadas, pensando que são aquelas melgas.
Haja paciência.

Beijinho

Ana disse...

Salvoconduto:
Isso é que seria uma grande invenção!
E já agora, outro para o telemarketing.
Era um descanso.

Abraço

Ana disse...

Pedro:
Ou: DEVES PENSAR QUE A ORDEM É RICA E OS FRADES SÃO POUCOS...
Como diria a minha avó.

Não é só a PT, infelizmente.
As operadoras de telemóveis não param de nos enviar mensagens SMS, MMS, o diabo que as carregue.
A nós cabe-nos carregar com o imenso peso da publicidade bacoca que não conseguimos evitar.

Abraço

Al Truista disse...

Esta da NEWS da PT é mais uma parolice desta gente que se quer moderna e com graça.
Há dias, fui almoçar com uns amigos num restaurante da Marquês de Tomar. Bons amigos, garanto. O almoço aceitável, mas era o menos importante.
À saída, deparo com uma loja, no outro lado da avenida. O nome é Loja Low Cost. Traduzido, deve dar loja do chinês, mais saloiice menos ridículo.
É uma tristeza. Eu não sei se a PT (e muitos outros) nos julgam atrasados mentais ou se de facto uma parte dos alvos destas campanhas o são.
Como o burro da Euribor.
E será que o burro é meo?

Ana disse...

Al Truísta:
Ora vamos a ver:
Conheço o Al Green, o Al Gore, O Al Pacino, o Al Bano (e a Romina Power), o Al Fayed, o Al Viola, o Al Zawahiri (cruzes canhoto)...
Conheci o Al Berto, o Al-Zarqawi, o Al Capone...
Sem contar com o Al Guilho que aparece em imensos restaurantes, vá lá saber-se porquê.
Também tenho conhecimento de que existem muitos Al Drúbias entre os políticos da nossa praça.
Al Truísta, confesso, é o primeiro que me aparece.

E com isto até me desviei do tema do comentário.
Determinada publicidade dirige-se a um nível etário que, supostamente, é tido como imbecil.
De outra form não existiriam os actuais anúncios a telemóveis, meos e companhia.
Se o tiro acerta no alvo, o mínimo que se pode dizer é que é realmente uma grande tristeza.

Abraço

al drabão disse...

Eu sou do tempo em que um tal Vítor Marques (dono do "Forno", em Sesimbra), com um tema de jazz em fundo dizia:
É d'homem!
E repetia "É d'homem".
E, por fim, rematava : "A Aguardente Velha 1920 É D'HOMEM".

Isto, sim, era publicidade.
Para gente crescida, para HOMENS, não para patetas.

al mirante disse...

As mensagens do Corte Inglês e da PT mostram a diferença que existe entre um país com raça, tradições, valores e maturidade perante outro de garotos espertalhaços com caspa e gel por fora e vácuo no interior da cabeça.

Ana disse...

al drabão:
Eu também ainda sou do tempo... em que havia realmente um anúncio com a frase "É D'HOMEM!"
Já não me lembrava era que dizia respeito à aguardente velha 1920.
Ai, esta minha cabeça...

Lá está: não tomo as gotas e depois é isto.
___________________________________

al mirante:
Não podia estar mais de acordo com as suas considerações sobre a forma de se estar na vida, do lado de lá e do lado de cá da fronteira.
E com muita pena o digo.

Abraço

Luis Eme disse...

pois...

querem eles que os ciganos sejam inseridos pela sociedade...

abraço Ana

Ana disse...

Luís:
Os ciganos ainda são capazes de ter umas coisitas a aprender com um ou outro chico esperto da nossa praça...

Abraço

poetaeusou . . . disse...

*
vou para o Uganda, vou,
e como tenho umas contas
a ajustar com o A. Guterres,
ele anda lá a matar a fome,
ao pessoal e aproveito . . .
,
Mas . . . espera lá,
e se a PT já chegou ao Uganda !
,
brisas sem MEO, envio,
,
não ofendas os ciganos,eles
comunicam pelo vento e estrelas,
oh meu cigano adorado,
morrer abraçado á PT,
porque quem paga é você ...
hehehe
,
*

Cris Caetano disse...

E estás coberta de razão, o segundo é meio grosseiro... principalmente nessa data. Como costuma-se dizer: piada de mau gosto.

Beijinhos