quarta-feira, 22 de outubro de 2008

O MEU REINO POR UM CAVALO!

Tenho para mim que o inconveniente larápio não estava mìnimamente interessado nos conteúdos do dísco rígido daquele computador.
O mais provável é que este furto não passe de uma consequência directa da última intervenção de M.S.T. no JORNAL da NOITE da TVI.
Foi tal o ardor posto nos elogios ao MAGALHÃES que meio Portugal (menos informado) terá ficado a suspirar pela posse de um "bichinho" daqueles.
E é sabido que os amigos do alheio estão habituados a conseguir o que querem de maneira menos convencional.
O intruso em causa, tendo passado do telhado para a varanda, vá de partir o vidro e entrar às pressas, aproveitando a ausência do dono da casa.
Infelizmente, de noite todos os computadores são pardos (ou azulados, tanto faz) pelo que, visto à luz do dia o produto do furto, terá sido grande o desapontamento.
Afinal aquele não era o ambicionado MAGALHÃES!
Não me admiro que a sensação tenha sido a de "ter comido gato por lebre", se assim se pode dizer.
É no que dá a precipitação.

Agora, se M.S.T. quer muito, muito, muito reaver os planos da pólvora, não precisa oferecer ao ladrão todo o seu "reino" para ter de volta o "cavalo" roubado.

Acredito que as alvíssaras serão suficientemente aliciantes se a proposta constar da troca do computador furtado por um simples MAGALHÃES.
E, eventualmente, uma fotografia sua autografada para a mulher, caso o gatuno seja casado.

**********************************

20 comentários:

Maria disse...

Até pode ser que tenhas razão, mas eu acho que quem levou o trabalho de um ano do MST foi alguém que já conhece (u)magalhofa e apenas se quis vingar por tanto elogio feito... esqueceu-se foi de deixar lá o tal azulinho em miniatura...

Beijinho, Ana

salvoconduto disse...

Não me digam que o homem não tinha um backup num CD ou numa pen.
Esta gente habitua-se com alguma dificuldade às novas tecnologias...

Se fosse magalhães ainda acredito que o ladrão o devolvesse.

Luis Eme disse...

o teu humor é irresistivel...

abraço Ana

CARTEIRO disse...

É estranho e inquietante. Há dias foi uma juíza assaltada e também lhe levaram dados contidos no computador.
Será que julgam poder silenciar as pessoas roubando computadores?
Ó Ana, tenha cuidado. É melhor andar não só com pedras mas com computadores nos sapatos...

Duarte disse...

Roubar o conteúdo dum livro não é usual. Isto para mim tem outro fim. Propaganda indirecta para o autor. Toda a malta vai querer ler dito livro quando aparecer. Ou foi furtado com a ideia de que possuísse outro tipo de informação.
Geralmente os ladrões não tem atracção pela cultura lida, se fosse uma obra de arte!
É com os teus relatos que fico a saber coisas da minha terra. Obrigado. Ademais gosto do tom em que te expressas.
Um grande abraço

Ana disse...

Maria:
Já se falava em MIGALHÃES, trazes-me hoje a novidade do MAGALHOFA.
A nossa língua é realmente uma maravilha...

Brincadeiras à parte, pode ter-se tratado, de facto, de qualquer espécie de retaliação por encomenda.
Actualmente está a vulgarizar-se esse tipo de comportamento quase mafioso.

beijinho

Ana disse...

Salvoconduto:
Diz ele que não tinha cópias de segurança de 2 livros já acabados, de parte de um conto de viagens e de uma peça de teatro que estava a iniciar.
Weird...

Abraço

Ana disse...

Luís:
Estou a ver que não acreditas na minha teoria.
Paciência...

Abraço

Ana disse...

Carteiro:
Pode ser que exista já, no nosso país, alguma "rede" especializada neste tipo de roubos "a pedido".
Tudo é possível
Alguém me disse que a juíza tnha a porta fechada apenas com o trinco e lha abriram com um simples cartão multibanco.
Diz-se muita coisa.

Coitadinhos dos meus pés. Já tenho dores terríveis só à conta das pedras, o que seria de mim caso decidisse usar, digamos, uma "pen drive" a servir de palmilha...

Abraço

Ana disse...

Duarte:
Tudo é possível.
Porque é que já nada disso constituiria uma grande surpresa para mim?:)))
É o nosso mundo.

Abraço

poetaeusou . . . disse...

*
está civilizado o homem,
já não ameaça com a espingarda,
os inventores dos plágios,
agora pede por favor,
ou tambem sacaram o arsenal,
ainda vão acusar o edmundo pedro,
(arsenal-marinha-rua do dito)
,
ai sophia, tanto amor que tu
cantas-te, tanta liberdade
que não bebes-te . . .
,
brisas de uma tardinha, amena,
deixo-te . . .
,
*

rosa dourada/ondina azul disse...

Parabéns pelo excelente post.

Agora está na moda, levarem os computadores dos famosos...
E não há cópias de segurança,será?


beijinho p ti,

Ana disse...

Poeta:
Onde isso já vai...no arsenal...
Consta-me que é só para a caça...às rolas.

Não consta que tenham deitado a mão a qualquer arma.
Mas ele é que sabe:)))

Abraço

Ana disse...

Rosa Dourada/Ondina Azul:
Vê lá um homem desta épca que não tira cópias de segurança:))
Se não era mesmo estar a pedi-las, hehehe.

Beijinho

C Valente disse...

Azares não acontece só ao povo anonimo, vamos ver o proximo comentario na TVI
Saudações amigas

Duarte disse...

Ana, a experiência da vida.
Como já disse, gosto imenso como tratas os temas e mais ainda do como os fazes ver com outra óptica, que aquela que sai às ondas ou aos jornais...

Abraços

Ana disse...

C Valente:
Infelizmente creio que o comentário terá sido hoje, numa altura em que eu não me encontrava em casa.
Já fiquei a ver navios...

Abraço

Ana disse...

Duarte:
Por muita experiência que se consiga (e eu já tenho muitos anos a acumulá-la), nunca será a suficiente para evitar alguns dissabores...

Abraço

Inspector Serôdio disse...

Antes de mais, agradecido pela notícia - estava a leste.
Depois, não sei em porquê, mas a sua teoria está-me a custar bastante a engolir.
Finalmente, quem anda à chuva molha-se, usa-se dizer. a ver vamos se um destes dias MST não acorda com um monitor do dito laptop ao seu lado na cama...

Ana disse...

Inspector Serôdio:
Não lhe parece, então que o larápio tenha ido na mira de um MAGALHÃES...
A sua explicação prende-se com retaliações, Mafias, Padrinhos, enfim esse submundo que o meu amigo deve conhecer de olhos fechados, por força do seu "métier".

Eu, com especialistas nestas matérias não meto.
Livra!!!

Abraço