sábado, 11 de outubro de 2008

BIRD-WATCHING

Embora não me paguem a publicidade, achei que a divulgação poderia interessar a alguém que por aqui passasse e cujo "hobby" fosse observar pássaros.
Claro está que, se lermos a prosa que acompanha a imagem, fàcilmente chegamos à conclusão de que isto é material com um sem número de aplicações.
O senhor procurador-geral da República, que se queixou há tempos de barulhinhos no telemóvel, bem pode indagar quantos elementos do seu gabinete (e afins) serão dedicados estudiosos da vida dos pardais.
O artefacto figura no catálogo D-Mail, juntamente com uma porção de outras coisas que sempre sonhámos adquirir, só não sabíamos onde.

Já têm com que se entreter, caso o Domingo seja chuvoso.


*************************************

12 comentários:

Maria disse...

Sempre que me dão um catálogo desses eu fico parva com "o que eles inventam" para levar o pessoal a comprar coisas perfeitamente desnecessárias...
:)))

Bom domingo.
Beijinho

Ana disse...

Desnecessárias, dizes tu?
Este aparelhómetro, por exemplo, já me fez pensar duas vezes antes de proferir uns desabafos menos curiais sobre a falta de educação dos meus vizinhos do lado.
Sei lá se eles praticam o "bird-watching"?

Beijinho

Duarte disse...

A tecnologia progressa a um ritmo tal que muitas vezes nem chegamos a dar por isso, Desconhecia, agradeço a informação já que este artefacto podes ter outras aplicações. Talvez a conversa de alguém na distancia... aquela passarada...
Aqui levamos quatro dias de bom chover... mau tempo para certos passarinhos!

Beijos

Ana disse...

Duarte:
Mau tempo para os passarinhos, bom tempo para os passarões...
E passarões é o que não falta por cá.
Calculo que em Espanha, também...

Abraço

Pedro disse...

Cuscas de todo o mundo já esgotaram a geringonça. Resta saber se não terão comprado gato por lebre. Para o caso, pouco importa, pois não merecem uma coisa nem outra.

Abraço

Ana disse...

Pedro:
Aí está uma coisa que não me custa nada acreditar.
:))))
Sabendo como é a natureza humana...

Abraço

poetaeusou . . . disse...

*
háááá,
vou já comprar um,
e fazer uma directa
a um palácio que eu cá sei,
,
como ?
não digo, não ... querias.
,
conchinhas ... da porta aberta ???
,
*

Cris Caetano disse...

Esse aparelho é mesmo um perigo, acabaram-se os cochinhos entra amigas...

Beijinhos

Ana disse...

Poeta:
Calculo que irás ficar em lista de espera, hehehe...

Abraço

Ana disse...

Cris:
Quem manda sussurrar?
Olha o ditado:
"Quem cochicha o rabo espicha"...

Beijinho

Cris Caetano disse...

Mas o meu continua curtinho... igual ao dia do nascimento hehehehehehehehehe Não resisti!!! :)))

Beijinhos hehehehehehe

P.S.: mamãe vive me dizendo isso (quem cochica...) hehehehehe

Ana disse...

Cris:
Tens a certeza?
Não cresceu nada, nada?
Às tantas, havia algumas coisas em que os antigos se enganavam:)

Beijinho