segunda-feira, 13 de outubro de 2008

AINDA OS MICROFONES

O vídeo é curtinho, bem sei.
Lamentàvelmente, ficamos apenas a imaginar o que se teria seguido...

Irão dizer que o senhor ministro
tem BOM GOSTO.
É um facto.
Mas se se empenhasse tanto nos afazeres do seu complicado ministério, como nos comentários jocosos (como diria o saudoso Dr. Correia de Campos),
o pessoal agradecia.

****************************

18 comentários:

Maria disse...

Hehehehehehehe
Quando o tipo vir este Youtube vai maandar apagar... fica logo "não disponível"...
... com o que estes gajos se divertem...

Beijinho

Carlota disse...

Por acaso, acho incrível como é que uma coisa destas passa num telejornal.
E depois admiram-se que as pessoas sérias não queiram meter-se na política. Acho que têm toda a razão. Sair de casa para levar com isto?...

poetaeusou . . . disse...

*
para um ex-juiz
do tribunal constitucional,
o homem tem bom gosto . . .
,
hé pá,
deixem o homem,
visitar Tires
de vez em quando . . .
(sem desprimor das detidas)
,
brisas internas,
sem administração, envio,
,
*

Cris Caetano disse...

"Ar lustroso", mas não é um gentleman? Modelo, foi Top of The Tops hehehehe, atriz não, meu senhor! E era muitíssimo bem paga!!!

Beijinhos

CARTEIRO disse...

Desconfio que o senhor ministro vai passar a andar com pedra no sapato...

Ana disse...

Maria:
E não são poucas as vezes que os vídeos são retirados do YouTube...
Manda quem pode.:)))

Beijinho

Ana disse...

Carlota:
Como dizia o outro (o João Rocha), "eu depois de ver um porco a andar de bicicleta já não me admiro com coisa nenhuma".

Nem com o que aparece nos telejornais, nem com os políticos que temos...

Beijinho

Ana disse...

Poeta:
Eu não disse que os senhores comentadores iriam achar que ele tem bom gosto?
Assim me saísse o Euromilhões!

Abraço

Ana disse...

Cris:
"Ar lustroso" é uma bela expressão.
"Pomadas" é outro termo dito com toda a propriedade:))))))
Foi o que se chama "cada cavadela, cada minhoca".

É como dizes:
Um verdadeiro gentleman.

Beijinho

Luis Eme disse...

quis aramar-se em apreciador de beldades e...

apesar de tudo, não passou de engraçadinho. tenho impressão que se fosse o Lino ou o Pinho, a a laracha tinha mais graça e seria mais "profunda", Ana...

abraço

Ana disse...

Olhe meu caro Carteiro, se isso acontecer, não me ponham no castigo...
O homem já sabia dos microfones dieccionados e mesmo assim não resistiu à gracinha.

LÁ ESTÁ:
Ser figura pública é uma profissão de alto risco...

Abraço

Ana disse...

Luís:
Não foi grosseiro, é verdade.
Mas foi uma gracinha ensossa como ele.
Se tivesse sido o Pinho, palpita-me que seria do mesmo género.
Já quanto ao Lino... eu arriscaria bolinha vermelha no canto superior direito...

Abraço

salvoconduto disse...

Ganda nóia de vídeo! Pequeno mas eloquente, a mostrar a dimensão do senhor ministro...

Pequenininho que ele é, com aquela barriga grande.

Inspector Serôdio disse...

Ora aí tem, cusca vizinha: é por essa e por outras (como a Merche) que eu não me meto na política!

Ana disse...

Salvoconduto:
O homem, coitado, descuidou-se só um bocadinho assim...

Abraço

Ana disse...

Senhor Inspector:
Faz Vosselência muito bem em manter-se afastado da política e dos microfones.
O que ainda não entendi (sou um bocadito lenta) é se essa sua atitude se deve a não querer competir com a Merche nessas andanças, ou se é a própria Merche que não o deixa participar.

Mas. com o tempo, acabarei por lá chegar.

Abraço

mestre-escola disse...

Ó Ana, DIRECCIONADOS? Lamento, mas dou-lhe nota negativa. DIRIGIDOS, menina, simplesmente dirigidos.
Pelo menos, no meu tempo, era assim que se dizia.
Se não, teríamos de dizer distraccionados, repressionados, correccionados, etc...
Desculpe o mau jeito, Ana, mas, LÁ ESTÁ, não resisto...

Ana disse...

Caro Mestre-Escola:
Foi lapso da minha parte.
Lapso de OUVIDO.
Quis empregar a mesma palavra do sr. ministro e que era, afinal, "DIRECCIONAIS". Se a palavra existe ou não, não estou habilitada a responder.
Pode ser até um termo técnico para designar tais microfones.

No meu tempo, também levei com algumas negativas injustas.
Já estou habituada...