segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

FORÇAS

Um fim de semana inteirinho a juntar forças para aturar os constantes directos, a cara de menino de coro do Francisco Louçã, a apregoada juventude dos militantes, a descriminação lamentada por Gil Garcia, o ar de frete da Ana Drago, a careca do Miguel Portas e a pronúncia irritante da Anabela Neves, cada vez que se tentava ver notícias na SIC das ditas.
Foi um fartote.
É, aliás, o que sempre acontece quando há um congresso partidário, uma convenção ou outro qualquer pretexto para uns senhores comporem uns discursos, fazerem umas declarações à Comunicação Social e deixarem tudo mais ou menos na mesma.

.
O que nenhuma câmara apanhou foi o episódio do cavalheiro magrinho de óculos e cabelo ralo que, iludindo a vigilância, entrou à má fila na sala, indo sentar-se logo atrás de Carvalho da Silva.
Presume-se que estaria nervoso porque começou a resmonear repetidamente - ..."olhar...olhar...olhar..." (ou coisa parecida)- enquanto a biqueira do seu sapato ia batendo a compasso, nas costas da cadeira à sua frente.
No momento em que o ocupante da cadeira se virou para trás, tentando adverti-lo de que estava a incomodar, terá havido reconhecimento mútuo, o que levou o magrinho a desatar aos gritos:
-"MALHAR! MALHAR! EU CÁ GOSTO É DE MALHAR NA DIREITA E GOSTO DE MALHAR COM ESPECIAL PRAZER NESSES SUJEITOS E SUJEITAS!" - aqui esganiçou-se-lhe mais a voz - "QUE SE SITUAM DE FACTO À DIREITA DO MEU PARTIDO E SÃO DAS FORÇAS MAIS CONSERVADORAS E REACCIONÁRIAS QUE EU CONHEÇO E QUE GOSTAM DE SE DIZER DE ESQUERDA OU PLEBEIA OU CHIQUE! ESTOU-ME A REFERIR AO PCP E AO BLOCO DE ESQUERDA!" - parou um momento para respirar, ofegante, olhos rebrilhando atrás das lentes... e foi aí que chegaram os 6 enfermeiros matulões com a camisa de FORÇAS e, a muito custo, o levaram dali para fora.

Não se percebe como escapou aos atentos repórteres, uma cena destas.

*******************************

18 comentários:

Maria disse...

Eu andava a estranhar tu ainda não teres malhado no "malhar"...
Pena que o teu desejo expressado neste post não se torne realidade. Há uns que estão no J. de Matos por muito menos...

Beijinho, Ana

salvoconduto disse...

Esse sujeito faz-me lembrar os "robertos" de antigamente, juro que vi um igualzinho...

Ana disse...

Maria:
Coitado, o homem até já foi obrigado a pedir desculpa (ou quase)...
Mas a minha maldadezinha intrínseca levou-me a fazê-lo entrar naquela sala...

Ele há "forças" que não se explicam :)))

Beijinho

Ana disse...

Salvo:
E com uma cabecinha jeitosa para levar umas... festinhas do outro roberto:)
Toma, toma, toma...

Abraço

Luis Eme disse...

felizmente tudo isso me passou ao lado...

a televisão cá de casa quando esteve ligada andou mais pelos canais "Disney" e companhia.

em relação ao "malhador" de serviço do PS (eles têm sempre um...), é pago para fazer estas figuras e desviar a atenção do que realmente interessa...

abraço Ana

rodrigo disse...

Ai, ai, que imaginação tão fértil.
Ele não é maluco, só se esquece às vezes de tomar os medicamentos.

isabel mendes ferreira disse...

outro. Ana.



(obrigada)

___________.

Ana disse...

Luís:
Aí está a vantagem de se ter filhos pequenos...
A quem já não os tem, restam-lhe os jornais do fim de semana que se lêem mais depressa do que o arder dum fósforo.
E lá se recorre ao filmezinho guardado para estas ocasiões.

Também já tivemos o nosso Coelhone a declarar que quem se metesse com o PS levava...
É o folclore do costume.

Abraço

Ana disse...

Rodrigo:
Muito bem sei eu que ele não é maluco, pelo menos no sentido formal do termo.
Malucos somos nós que elegemos esta gente.

Abraço

Ana disse...

Isabel:
Que bom saber que continua a passar por aqui!

Um beijinho.

A. João Soares disse...

Mas que grande malhação!!! His master's voice não faz mais que cumprir o seu papel para no próximo governo (se lhe derem os votos necessários - o povo anda cego) continuar com um a pasta, a não ser que o Bilderberg faça dele primeiro+ministro. Não seria pior ditador que o actual!
Abraço
João Soares

Ana disse...

João:
Eu cá não sei (nem desconfio) que qualidades escondidas tem este senhor, mas pelo que temos visto até agora, seria um tanto inferior ao nosso chefe actual.
É bom não esquecer que ele não pratica jogging, o que é uma falha gravíssima para um primeiro ministro que se preze!

Abraço

poetaeusou . . . disse...

*
o homem deve ser muito
importante, António Ferro e
o Moreira Baptista, que tinham
o mesmo "Posto", que ele tem,
nunca tiveram um hospital com
o seu nome ou aquele hospital
de V.N. de Gaia, é mera
coincidência ? devo estar a
fazer confusão com os seis
matulões . . . vou emigrar ...
,
conchinhas entardecidas,
,
*

capitão à doca disse...

Este Santos Silva é arrogante e sectário, intolerante e presunçoso.
Um Governo que mantém um tipo destes como ponta-de-lança não merece mais crédito do que o pateta do Vítor Pereira quando afirma que os nossos árbitros acertam em 95% dos casos.
Diz-me com quem andas...
O outro ministro, o Dupont de Sócrates, o PSP, Pedro Silva Pereira, tentou intimidar o Mário Crespo, mas este chegou para ele.
Parece é que Sócrates se deixou envolver numa rede de emalhar...

Ana disse...

Poeta:
Os Santos Silva são duma família tradicional do Norte.
Quando lá vivi, tive duas colegas - boas raparigas - com esse apelido.

Em qualquer rebanho costuma haver uma ovelha ronhosa...
Pelo menos.

Abraço

Ana disse...

Capitão à Doca:
É muito interessante o pormenor das iniciais de alguns membros do Governo.
Além do PSP que aqui referiu e do SS que me serviu de inspiração, temos um TS nas Finanças, o que pode representar algum perigo.
Um FP (Francisco Pato) como chefe de Gabinete dos Assuntos Europeus.
Na Administração Interna há outro chefe de Gabinete AVC (António Vieira Carvalho), o que não é nada animador.
Valha-nos, ao menos, o Secretário de Estado dos N.Estrangeiros que é JC e embora não tenha vindo para salvar o mundo, sempre nos deixa mais aliviados...

Abraço

Ze_Cuscopos disse...

Cara vizinha Ana,

Eu é que já não tenho forças para aguentar tanto riso!!!

Malha-me Deus!!!

Hic Hic Hurra

Ana disse...

Caro Zé:
Pelo que tenho ouvido, a pinguinha umas vezes dá forças e outras, tira-as...
É a vida.

À sua!