domingo, 29 de junho de 2008

CRÓNICA BREVE DUM SÃO PEDRO EM SESIMBRA

Por volta do meio-dia, o calor sufoca e os bancos do jardim não se recomendam.
Melhor será esperar pelas sombras da tarde.
.
No FILIPE há robalo e dourada a 7€.
E... bom apetite.
.
Pátio da Santa Casa da Misericórdia
.
As flores na janela já não têm o mesmo colorido do Santo António. O sol não perdoa.
.
Se o veículo não é lá muito fotogénico, a Rua da Caridade apresenta-se bem.
.
O Largo da Marinha é a sala de visitas por excelência.
.
Este ano, um pouco mais leve, mas não menos bonita.
.
Rua António Augusto Aguiar: Simplesmente encantadora.
.
E aqui temos três santos populares + 1.
.
Pelas 22h, quem parasse ali pelas esplanadas, tinha música portuguesa a acompanhar...
.
uma valente caracolada (na Tasca do Marítimo).
Seguida dumas amêijoas e dum pãozinho torrado (com manteiga), caíu tudo que foi uma beleza.
.
E mais não digo.
.
.
***********************************

21 comentários:

O Profeta disse...

Vistosa e colorida crónica de um sítio muito agradável onde vou com alguns amigos quando me desloco ao Continente...


Beijinho

Carlota disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Inspector Serôdio disse...

Cara vizinha,
Isto faz-se?!?!?

Nem um convitezite à vizinhança (em simpática, modéstia à parte)?...

Vá lá, para o ano quero «provar» esse S. Pedro de Sesimbra, até porque o Santo António de Lisboa é para inglês ver e o São João de Almada mete dó, definha!

E já agora a ver se mudo a minha aversão a Sesimbra - excepção ao peixe que ali se trinca -, que até frequento por razões profissionais.

Carlota disse...

Percebi perfeitamente. Daí ter voltado para apagar o comentário.
Feel free to do the same, se assim o entenderes!
A ver se descubro onde fica esse segundo trabalho do mesmo arquitecto.
Depois podemos trocar mais informações! :)
Beijola.

A. João Soares disse...

Já não vou a Sesimbra há anos. Tenho saudades dos muitos Verões d eprais com a família.
Espero entre 20 e 29 passar aí umas boas horas com familiares que vêem da América para aí passarem uns dias com os miúdos. O pai mata saudades da praia de quando era miúdo!
Só é pena nessa altura as flores já estarem murchas!!!
Beijos
João

daniel disse...

Ana

A bela Sesimbra, com belas imagens. Por fim a caracolada.
Como não passarei, por agora, ficaram as saudades.
Daniel

Ana disse...

O Profeta:
É verdade que é um sítio bem agradável.
Deve dizer-se que, pelo que conheço do arquipélago, o seu deverá ser certamente um local muito bonito.
E flores, então...

Abraço

Ana disse...

Inspector Serôdio:
Como é que eu iria adivinhar que o meu amigo (convém termos um amigo inspector) era um apreciador de caracóis?
Nem posso acreditar que alguém tenha aversão a uma terra tão bonita como aquela!
Deve haver para aí casos criminais mal resolvidos:)
Penso eu de que.

Abraço

Ana disse...

Carlota:
Também não era preciso tanto:)
Não havia nexexidade...
Mas obrigada, de qualquer forma.

Sabe-se lá quantas vezes não nos teremos cruzado por aquelas praias... ou ruas... ou restaurantes...

Beijinho

Ana disse...

A.João Soares:
As flores murcham mas o mar e o peixe lá estão...
Infelizmente a população constituída pelos chamados "banhistas" tem vindo a aumentar de ano para ano, ao passo que as praias não ganham areia...
Se não vai lá há alguns anos, talvez note uma certa diferença.
O mar é que não o vai deixar ficar mal.
Isso eu garanto...

Abraço

Ana disse...

Daniel:
Ter boas recordações é excelente.
Significa que valeu a pena aquilo que ficou para trás.
E...há mais marés que marinheiros.

Abraço

Cris Caetano disse...

Lindo, adoro esse colorido. E as caracoladas? Não levaste nem um bocadinho pra comeres em casa? Gulosa! O saco era grande! ;)
E doces?! Não havia doces?! Me amarro num doce.

Beijinhos

poetaeusou . . . disse...

*
praia de sesimbra, hóhóhó
virada para o mar, hóhóhóhó
espadarte a chegar, hóhóhó
sardinha vivinha, hóhóhóhó
,
uma marcha 67/68
,
conchinhas
,
*

Duarte disse...

Que grande festa, e que bem vestida de cores.
Desconhecia estas festas de Sesimbra.
O que sim recordo foi o bem que comi, peixe, algo que não se voltou a repetir: é certo que não voltei a Sesimbra!

Beijinhos

Ana disse...

Cris:
Tenho a informar que esse saco de caracóis da foto estava só em cima da montra do marisco...
Os nossos já vieram nas travessas, com um molhinho que nem te conto:))
Doce, devo dizer que não comi.
Já não tinha espaço...
Não são os caracóis ou as amêijoas que enchem. É o pãozinho a acompanhar...

Beijinho

Ana disse...

Poetaeusou:
Posso seguramente trautear essa marcha...
A música que mais se ouviu naquela noite foi um bocadito diferente: "Aperta, aperta com ela"... e tal.
Contei aí umas 5 vezes. Houve outras igualmente sugestivas.

Abraço

Ana disse...

Duarte:
Há ruas engalanadas desde as vésperas da noite de Santo António.
Nem sempre as mesmas.
Quando chega a noite de São Pedro, já o sol descorou um pouco as flores de papel.
Mas continuam bonitas.

Abraço

Maria disse...

Ai, no Marítimo..... mesmo ali ao lado....
Aqui não há caracóis. Mas há muitos camarões, muita moqueca, vatapá, carurú, acarajé, e espera que eu chegue para contar como é o s. joão...

Beberei a caipirinha por ti, amanhã.
Beijos, com som de mar aqui em frente... :)))

Ana disse...

Maria:
Sempre essa mania das grandezas...
Uma pessoa fala em caracóis, respondem-lhe com camarões e outros petiscos de nos deixarem a salivar de inveja:)))
Vá lá, se beberes a caipirinha por mim, estás perdoada.
Fico aguardando o relato completo das paródias.
Dias bem passados correm sempre a grande velocidade, infelizmente.
Não tarda nada estás de volta e, aposto, munida duma bela colecção de fotografias.
Cá te esperamos.

Beijinho

Anónimo disse...

é a primeira vez que passo pelo seu blogue e vejo estas fotos tão lindas da minha terra.
obrigada por divulgá-las aqui onde tanta gente pode ve-las.

pexita

Ana disse...

Pexita:
Fi-lo com todo o gosto.
Obrigada pelo comentário.

Volte sempre