terça-feira, 17 de junho de 2008

DESCONTAMINAR O CIBERESPAÇO

O Parlamento Europeu encontra-se preocupado com a segurança e a componente sanitária da Blogosfera.
Parece-me bem.
Reconforta-me, emociona-me até, constatar até que ponto alguns deputados são meticulosos e capazes de dedicar horas do seu trabalho a legislar sobre temas que, ao comum dos mortais, passariam despercebidos.
.
Se as novas tecnologias trouxeram outros tipos de informação, também deram voz ao público anónimo (hélas!), permitindo a qualquer um a divulgação do que lhe passa pela cabeça. O que quase sempre acaba por ser inconveniente.
Daí a desatar a aparecer uma gentalha com ideias próprias, desconfiada de pessoas acima de qualquer suspeita (como o casal McCann, por exemplo), foi um passo.
Perigoso.
Os comentários que se permite circulem livremente pela net estão, definitivamente, contaminando a higiene mental dos que os lêem, dando origem a alguns foruns que nunca deveriam ter sido autorizados.
.
Ora, se isto já tivesse sido regulamentado como devia, nunca se teria chegado ao despautério de questionar as licenciaturas de uns e outros, de pôr em causa a honorabilidade de certos pedóf.....digo, deputados ilustres, ou autorias de projectos arquitectónicos nas berças.
Porcarias, enfim, que não interessam para nada e só contribuem para confundir espíritos mais fracos.
.
"Que se defina o estatuto jurídico das diferentes categorias de autores e editores de blogs.
... precisamos de uma marca de qualidade e que se clarifique quem escreve e porquê"...
O porquê, evidentemente, é que é o busílis da questão.
Espera-se que isto não fique agora em águas de bacalhau e que a seguir se decidam a espetar com um processo judicial em cima de quem não saiba comportar-se.
.
Que, de outra forma, estes malandros não aprendem.
.
.
**************************

18 comentários:

Ze_Cuscopos disse...

Cara Ana,

Se um blogue incomoda muita gente...

Não havia uma cantiga assim?

Bom, se esta peregrina ideia avança, levem-me umas garrafinhas de tinto ao Tarrafal, está bem?

Deve ser fácil dar comigo, sou o único que está sempre caído no chão (ou com a porrada ou com a bebedeira)!

Hic Hic Hurra

Cris Caetano disse...

É nessas horas que eu gosto dos EUA, lá todo mundo escreve o que quer na hora que quer, claro que se constata coisas de qualidade duvidosa por conta disso, mas é democrático, e só por isso, já é bom sinal.
Acho que como aqui, os deputados estão enfadados de receberem dinheiro sem fazer nada (?) e por isso ficam procurando cabelo em ovo.

Beijinhos

Maria disse...

Pois é! A liberdade que já não existe na imprensa existe nos blogues, e eles querem "regulamentá-la"....
Nos nos admiremos se, um dia destes, os blogues mais ousados na crítica política aparecerem apagados....

Beijinhos, Ana

poetaeusou . . . disse...

*
abaixo os blogueiros,
abaixo as conversas de café,
abaixo os cuscos dos autocarros,
viva a propaganda nacional,
vivó o tó maria cardoso,
.....quem é este gajo ?
vivó sni e ao moreira batista,
abaixo a UEFA, já gora proveito ...
,
conchinhas de guantano,
,
*

Ana disse...

Ze cuscopos:
Para certa gente, entre um elefante e um blog, pouca diferença deve haver.
Ambos incomodam que se fartam.

Nessa altura não estou certa de poder valer-lhe.
Já considerou começar a frequentar desde já umas sessõezinhas dos A.A.?
É que, quando estiver engaiolado, já não se sentirá tão carente...
Penso eu de que.

À sua.

Ana disse...

Cris:
"Catar cabelo em ovo" define lindamente as preocupações destes zelosos deputados europeus.
Quem dera que cada um destes senhores se esforçasse por merecer quanto ganha...

Deixa pra lá, que eu tô sonhando:)))

Beijinho

Ana disse...

Maria:
Não sei se sabes, em Inglaterra, houve forma de fazerem calar quem opinava nuns foruns onde se discutia o caso Maddie.
Mandaram para lá uns vírus e os administradores foram obrigados a abrir outros, bastante mais "encouraçados"...
Por enquanto ainda se pode.
Daqui a uns tempos é que não sabemos...
Esta história da "segurança" tem muito que se lhe diga.

Beijinho

Ana disse...

Poeta:
Estes nazarenos são loucos:))
Deixa que ainda podes ter que vir a justificar porque é que escolheste determinado ângulo para tirar esta e aquela fotografia...
Ou o que te levou a empregar certas palavras...

Por enquanto podes invectivar a UEFA á vontadinha.
Eu disse "por enquanto".

Abraço

daniel disse...

Ana

Pois é o ciberespaço deve interessar aos burros, os humanos vêem e dizem. Alinhar pelos padrões daquele deputado que esteve a ver o sol aos quadradinhos, por gostar muito de criancinhas, com a cumplicidade dos seus correlegionários. Saíu e foi festejar para a casa de nós todos, conspurcando-a. Agora quer que o estado pague a rebaldaria.
Acho bem!... E ele tem dinheiro para pagar primeiro, o mal que provocou?
O ciberespaço, não interessa a atrazadinhos mentais que nem sequer sabem fingir de eruditos!

Daniel

CARTEIRO disse...

Ó Ana, o Zé Cuscopos, apesar da aparência, é digno da maior confiança e inscreve-se na nossa linha de actuação.
Posto isto, belo texto, sim senhora, temos eco reforçado.
É verdade, podemos passar um dia mas não uma semAna sem Ana...

Ana disse...

Daniel:
O ciberespaço foge ao controlo de quem gosta do «pensamento único».
E não serve os interesses, entre outros, dos que têm a consciência pesada no caso "Casa Pia".
Já se alterou o Código do Processo Penal por causa disso mesmo.

Grão a grão...

Abraço

Ana disse...

Carteiro:
Folgo em sabê-lo ocupado novamente com as «entregas a domicílio».
Já calculava que o Zé era pessoa de confiança, apesar de andar constantemente toldado:))
O que até se compreende, tal é o panorama geral do país...

Espero continuar a sacudir as minhas pedras com regularidade.
Veja lá se, pela parte que lhe toca, não deixa de ser aquele funcionário público exemplar que conhecemos...

Abraço

Ze_Cuscopos disse...

O que é que querem dizer com "apesar da aparência" e "andar sempre toldado"?

Eu até fiz um peeling recentemente, que me tornou muito mais sexy, e nunca ando toldado, ando é sempre torto!!!

O seu a seu dono!

E agora vou fazer uma análise sensorial a uma colheita de 84 que tenho aqui à mão... ou ao pé, já nem sei bem...

Hic Hic Hurra

Ana disse...

Zé Cuscopos:
Se bem interpretei a expressão utilizada pelo carteiro, o que ele quis dizer foi que temos uma certa tendência para não confiar nas pessoas demasiado bonitas.
Daí ele insistir em esclarecer que o meu amigo é realmente confiável.
Quanto a essa expressão "andar sempre toldado", acho do maior mau gosto e vou já ver quem terá sido o autor de semelhante inconveniência:)

À sua.

poetaeusou . . . disse...

*
ana
,
na falta de post novo,
atrevo-me a uma pergunta, relativa
ao generico do post, (foto),
,
a malinha está no chão, castanha,
a saia ou vestido, acastanhado,
os sapatos azul bébé, porquê ... ?
,
conchinhas atrevidas,
,
*

Ana disse...

Poetaeusou:
Os sapatos combinam com a mochila (à esquerda) que mal se vê e com o saco de papel à direita.
Se queres saber se a senhora da foto está com meias ou sem elas, está sem.
E se lavou ou não os pés, depois de sacudir as pedras, lavou.
Com sabonete DOVE.

Tendo mais dúvidas, é só perguntar.:)))

Abraço

Duarte disse...

Destes mesmo na chaga. É certo que muita malta ocultasse detrás duns símbolos, ou nomes supostos, e que se não prejudicam a ninguém tudo bem, mas quem esconde a sua identidade é que tem algo que ocultar.

Ana, sim, nasci na Maia e vivo em Valência há quarenta anos. Ando entre a Senhora da Hora, Lisboa e Valência. A família é quase toda da zona industrial do Porto, o meu filho mais velho é médico em Lisboa, e o mais novo vive aqui na cidade do Turia (rio que cruza a cidade como sabes).
O blog Amigos de Portugal é o que uso regularmente, e o de Benimamet, que é o nome da minha freguesia, praticamente é para coisas locais.
Nos outros dois sou apenas um colaborador. Se não fui suficientemente explicito com o antes exposto, pergunta o que queiras e trás a resposta adequada.

Um grande abraço desde a terra das flores...

Ana disse...

Obrigada, Duarte, pelos esclarecimentos.
Vou dar um salto ao outro blog, então.
Já te deves sentir mais espanhol do que português...
Embora a nossa pátria seja sempre a nossa casa.

Abraço