sexta-feira, 3 de julho de 2009

TOUROS DE MORTE

Assim que o "Piño" saíu dos curros, escouceando e a bufar, mostrou logo as características dum "manso".
Refugiado em tábuas, recusava-se a responder às tentativas dos peões de brega de o levarem para o hemiciclo, perdão, o meio da arena de S. Bento.

Dando início à lide, Bernardino - el Niño del Comité- colocou-se frente ao animal, empunhando um par de bandarilhas (made in Aljustrel) que lá conseguiu cravar en su sítio, arrancando logo uma ovação a algumas bancadas que podíamos ver ornamentadas com o vermelho de vários capotes.
Mas, mal Bernardino se virou, o animal investiu, enfurecido, cabeça baixa, cornos apontando ao "culo" do toureiro que só teve tempo de dar uma corrida para o burladero mais próximo, escapando assim a uma perigosíssima colhida.

Já alguns aficionados assobiavam, pedindo a substituição do "Piño" por outro touro com mais raça, quando, inesperadamente, salta para a arena Joselito - el Aldrabón - que, de muleta na mão esquerda e estoque na direita, se vai ao animal e puflas, lhe dá a estocada mortal.
Multidão em delírio, apoteose, saída em ombros.

E lá se foi o "Piño", ingloriamente arrastado para fora da arena, depois de lhe terem sido cortadas as duas orelhas e o rabo.

Terminada a festa, aguardam-se com expectativa as reacções da PETA e da ASSOCIAÇÃO ANIMAL.

*************************

12 comentários:

Maria disse...

ANA!!!!
Apetece-me dizer: Tu não existes!
Excelente crónica taurina de uma tarde pouco elegante (como estou contida) na AR, ontem.
Costumo acompanhar estes debates (que raio de feitio). Ontem não queria acreditar no que estava a ver. Muito pior do que a famosa troca de galhardetes entre o deputado do ps e o do psd, que levou ao palavrão de boa memória.
Mas ontem o homem passou-se.
Fiquei tão gaga como a mulher que faz a interpretação gestual, ou a jornalista da sic que não sabia bem o que fazer...
Enfim, o outro lá se limpou (do que pode) e o crucificado foi o piño, como dizes...

Olé!
Bom fim-de-semana

Beijinho

Cris Caetano disse...

Olé!!! E logo eu que não sou chegada a touradas... hehe
Piño é ótimo!!! A notícia aqui foi: "Ministro português faz "chifrinho" para opositor e renuncia" :)

Eu ficava mais de um mês sem sair de casa, fazia umas plásticas, trocava de nome... mas ele tá na boa e não duvido que ainda apareça e faça aquele gesto tãooo conhecido da imagem do Zé Povinho, deve estar acostumadíssimo a gestos... ;) Esse governo... bem, deixa pra lá.

Beijinhos e bom fim de semana

Tra pinho disse...

O texto da Ana é uma delícia, como é habitual. Ainda bem que pôs fim à hibernação.
Sinceramente, acho que se fez um banzé ridículo a propósito de um gesto que foi apenas pateta, pueril, muito pouco viril.
Teso foi o José Eduardo Martins, do PSD, quando mandou para o c... o arrogante Candal, do PS.
A disputa (digo digo) entre os dois foi bem mais vergonhosa do que os tímidos corninhos do Manel Pinho.
Por mim, teria esticado o braço e mostrado o punho com o mindinho e o indicador em riste.
Ou, melhor ainda, teria feito o vibrante e expressivo manguito tão português.
Fica a ideia de que o Pinho queria deixar o barco e fez-se à falta, como aqueles jogadores que metem a mão à bola para apanharem o 5º cartão amarelo que os deixa de fora na jornada seguinte diante de um opositor fraco.
Muito o futebol e a política se parecem...

Duarte disse...

Bordado!!!
Como dicen los castizos, una faena completa, en este caso bien lidiada con pluma maestra.

Como utilizas a linguagem taurina! Não conheço nem o toureiro nem os peões, mas estou encantado com o jornalista.

Vejo-te recuperada!...

Beijinhos

Luis Eme disse...

adorei!

então a do Joselito...

beijinho Ana

Ana disse...

Maria,
Grande prato este para as televisões e jornais, nossos e não só...
Realmente, "elegância" é coisa que anda um tanto arredada destes debates...
:)))
Beijinho

Ana disse...

Cris,
Vergonhas estes senhores não sentem.
Há sempre um tacho novo à espera deles...
Olé!

Beijinho e bom f.d.s.

Ana disse...

Duarte,
Dizes bem, una faena completa, para gáudio de muitos.

Cada vez mais os nossos políticos se comportam como garotos.
Depois não esperem respeito por parte dos cidadãos que os elegem...

Beijinho

Ana disse...

Luis,
E eu não sei como tu admiras o Joselito?

:)))

Beijinho

Ana disse...

Tra pinho,
Pueril, também confesso que achei.

Depois das notícias mais recentes, fica-nos a tal dúvida sobre a espontaneidade do gesto.
Declara o incontornável Berardo, de viva voz, tê-lo já convidado para administrador da sua Fundação...

Enquanto outro dos nossos grandes políticos, o brilhante Meneses, acha que o governo perdeu o seu melhor ministro.

Portugal é um lugar estranho.

Beijinho

poetaeusou . . . disse...

*
e viu-se
como o inteligente . . .
sabe aproveitar,
as ocasíões . . .
lá lá lálálá lá láááááá,
,
conchinhas de entre barreiras
ou nos passos perdidos, . . .
,
ULTIMA HORA
embrulhado em vírus A1H1,
o Governo Mexicano, solicitou
a Portugal, permissão para rodar
na Assembleia da Republica a
a nova versão do filme
>>>> Ni Sangre, Ni Arena <<<<
o “Papel” de Cantinflas,
será interpretado por um Português,
nome que está no segredo dos deuses
sabendo-se apenas que deixou
crescer o bigode e que o “aparo”
final é feito pelo barbeiro do Obama.
,
in - Agencia Sombra e Sol,
,
*

Ana disse...

Poeta,
Grande furo jornalístico!
"Ni sangre ni arena" será o que a nossa nova vedeta mais desejará, a partir de agora.

Ficou por revelar se, de vez em quando, o papel lhe exige que diga -"Ay, mi gabardina!" mas, para ser franca, também já não me lembro muito bem do filme...

O "actor", diga-se, tem mesmo algumas semelhanças físicas com o Cantinflas...
Será que o barbeiro consegue aquele corte de bigode?

Ficamos em pulgas até aparecerem novos desenvolvimentos.

Beijinho