quarta-feira, 8 de julho de 2009

DIRECTOS

Graças ao patrocínio exclusivo das pilhas DURACELL, tivemos ocasião de ser brindados, pela SIC, com uma emissão em directo só comparável, em duração, às do bloqueio da ponte, e do funeral da Irmã Lúcia.
Embora esta sempre tenha sido mais alegre e diversificada.


O câmera-man de serviço era pessoa de bom gosto
e a prova está nas imagens
que recolheu
no local, logo no início
da emissão especial
.



.
Entrevistador e entrevistadas
deixaram-nos literalmente
"agarrados" ao ecrã.
Só não conseguimos perceber
lá muito bem
a opinião desta espectadora,
uma vez que a voz lhe ficou
toda dentro da garrafa.
Hélas!


Já com o REI, a conversa foi outra.
Mesmo quando ele não falava
(e isso aconteceu frequente-
mente, ao longo da tarde),
a sua imagem era suficiente
para deixar o mulherio (e não só), trémulo de emoção.
Eu própria rapei do leque várias vezes, e não foi apenas porque o dia estava quente.






A páginas tantas,
um adepto mais entusiasmado
surpreendeu toda a gente
ao bradar, numa voz estridente:

-"ARRIBA RONALDO!
FUERA JUAN CARL...."

e, sùbitamente,
sem que percebêssemos
como nem porquê,
.




a câmara rodou,
vindo a fixar um
belo pormenor
do sovaco
deste espanholito.

Olé, olé y que viva tu madre!





Que, por falar em "madre",
a euforia
de Dona Dolores
dispensava
comentários.








Desta vez a reportagem nem falhou sequer o pormenor
da sanita em ouro
que Cristiano inaugurou assim
que chegou ao hotel, depois de se vestir
a preceito para outras cerimónias.











Por contraste,
a dos balneários
do estádio Santiago Bernabéu
(que toda a gente pronuncia
"Bárnábéu),
não tem lá grande aspecto.

Digo eu.
.


E ontem, para não interromper
a nossa alegria,
foi a festa do enterro do outro.

Nem sei como iremos passar, agora,
sem directos destes.


Numa apagada e vil tristeza,
é o que é.


**********************************

18 comentários:

Maria disse...

Foram dias de sufoco.
No caso do segundo, desde 25 de Junho, e TODOS os dias em directo, ou não, lá levávamos com mais umas "doses".
No caso do primeiro, tivemos o primeiro directo 24 horas ANTES da apresentação do CR9 no Bernabéu.
Cruzes credo, que é demais!
(e o teu post está divertido!)

Beijinho, Ana

Cris Caetano disse...

E aí foi só o Cristiano Ronaldo. Aqui foram os dois: ele e Kaká. :( Dias antes, horários de programas foram alterados na TV em função do Kaká se apresentar no Real Madrid... tenha dó.

Gostei da foto da mama. hehe

E fiquei arrasada com o assento da sanita... tão simples. Será acolchoado?

Beijinhos

blimundo disse...

Mais um notável trabalho de análise sociológica da Ana que, com perspicácia e humor, retrata implacavelmente este principado da parolice e da diarreia mental.
Dos momentos isolados que observei, não me pareceu ter havido tristeza na homenagem ao Michael, antes certa elevação e dignidade.
Talvez o Ronaldo seja mais dançarino que o cantor, mas aquilo mais parecia a circo romano.
Somos de facto um país a cheirar a sanita...

Duarte disse...

No Madrid, o único mau é que, se não funciona, com a mesma facilidade com que foi endeusado, vai prà rua com um pontapé no cu (símbolo do cobre).

Se não vem os resultados... nem quero pensar!...

Bom, tinha que ser um sportinguista a chegar tão alto...

Um grande abraço, querida amiga

poetaeusou . . . disse...

*
Quando a pátria que temos
não a temos
Perdida por silêncio
e por renúncia
Até a voz do mar
se torna exílio
E a luz que nos rodeia
é como grades .
,
in - Sophia de Mello Breyner,
,
desditoso povo
que continuas a talhar,
as tábuas do teu caixão ...
,
não é, pedro homem de melo ?
,
e viva ao Canal Benfica . . .
,
conchinhas,
,
*

Ana disse...

Maria,
Estes indivíduos dos vários canais de televisão devem embebedar-se com o "vinho" que produzem, sem perceberem que passado pouco tempo está transformado em vinagre.
(estas metáforas só me saem às Quintas-feiras).

E todos fazem o mesmo, nos mesmos dias e horários.
Chega a agoniar.

Os televisores (como boa burguesa, tenho mais do que um...) agradecem o descanso que lhes dou:)))

Beijinho

Ana disse...

Cris,
Havia fotos bem mais sugestivas da senhora, mas tinham direitos de autor...
Não pude servir-me delas.

Um assento acolchoado é uma boa sugestão para uma sanita de luxo.
E, nos países mais frios, deveria ser "térmico", também.
Isto, evidentemente, é mais sedutor para as senhoras que passam mais tempo sentadas:))))

Beijinho

Ana disse...

Blimundo,
Noutra ocasião teria assistido com interesse ao programa de homenagem ao preto mais branco dos States (o Vinícius intitulava-se a si próprio ao contrário).
Mas com tanta injecção de "Bads" e "Thrillers" e o diabo que os carregue, fiquei saturada.
Não gosto que tentem empanturrar-me à força.
Ponho-me logo na retranca.
A coisa perde o interesse logo a seguir.

É verdade que este país (que ninguém sabe para onde vai, com a excepção do Dr. Medina Carreira), está a ficar muito mal cheiroso.
E as máscaras protectoras(?) dos vírus que andam pelo ar, não são eficazes contra os odores...

Beijinho

Ana disse...

Duarte,
És então lagarto!
Eu, tal como na política, não tenho clube da minha preferência.
Alguma simpatia pelo FCP, mas enorme alergia ao seu presidente.

O Cristianinho deve estar protegido com algum contrato especial, não será talvez muito fácil dar-lhe o tal pontapé no cu (cobre, evidentemente).
Quero eu dizer que estará "coberto"...

Beijinho

Ana disse...

Poeta,
À Sophia, por ser quem era, até a palavra "Pátria" lhe era consentida...
Ao nosso poeta Alegre, também.
Estamos a ficar muito reaccionários...

Olha, o Pedro Homem de Mello, era desses a quem certa pessoa, em tempos idos, teria gostado de "partir os dentes"...

Gosto muito da poesia desses três, com a Sophia à cabeça.

E depois... vem-me borrar a pintura a falar no canal Benfica!
Valha-me a santa!

Beijinho

trapezista disse...

O circo montado à volta do madeirense faz lembrar as feiras manhosas de outro tempo.
Imagino a mãe Dolores a entrar na pista anunciando o seu Cristianinho para um número arriscado de enfiar a bola no...no buraco, no arco em chamas.
Bem sei, bem sei, logo alguns dirão "Pois sim, mas o tipo está cheio de massa".
É verdade, mas no tal circo havia sempre dois palhaços, e a nossa simpatia nunca foi para o palhaço rico...

Ana disse...

Trapezista,
Embora ache imoral que se ganhe um tal balúrdio por dar bons pontapés na bola, faz-me mais impressão a forma como esse mesmo dinheiro é espatifado.
Nunca me moveram más vontades contra quem tem muito, irrita-me mesmo a conversa dos "grandes" e dos "pequeninos".
Mas incomodam-me a ostentação, o novo-riquismo, a saloiice pretensiosa, o exibicionismo, venham de onde vierem.

Em S.to Estêvão (Alcochete), o nosso ídolo escolheu um terreno e contratou o Siza Vieira para fazer o projecto da "mansão", dando-he carta branca.
Será para vir passar alguns fins de semana?
Na Madeira seria mais natural e bastante mais bonito...

Mas isto é a minha tendênciazinha para a má língua...

Beijinho

makakula disse...

Comparando o que é apropriado cotejar, veja-se a diferença entre o madeirense e Luís Figo.
É óbvio que o rapaz é pimba, boçal, etc e tal. É um facto.
Mas isso não me surpreende nem incomoda.
O que mete nojo é o rastejar da nossa Comunicação dita Social, uma tristeza que mostra até onde chega a parolice. Mas não é só cá, pelo que se vê.
Mas se calhar somos nós que não sabemos admirar o génio.
Quem sabe não tem dúvidas de que (para não ir mais longe do que os presentes no BARnabéu béu), o Eusébio e o Di Stéfano foram muito melhores do que o moço madeirense. Não usavam era brincos nem gel.
Foi outro tempo, um tempo em que a televisão não criava ilusão, não fabricava génios destes.
Será que o invejoso sou eu?

Ana disse...

Makakula,
A nossa Comunicação Social faz e desfaz ídolos. Brinca com a vida de muitas pessoas que por ela se deixam enrolar.
Dizia Emídio Rangel num célebre programa da Mariana Otero "Cette Télévision est la Vôtre", que ali tudo podia ser vendido. Vendia-se um Presidente da República como se vende um sabonete.
É o que faz uma empresa de consultoria de imagem, ou lá como se chama toda aquela que é contratada para criar uma imagem "vendável" (caso do Sr. Pinto de Sousa).
Não é preciso ser-se um génio, seja lá no que for. Basta que as pessoas acreditem nisso.
E há muita gente a acreditar.

É um dos males do nosso tempo e nisso não somos originais. Copiamos, como de costume.

Só a talhe de foice, ainda ontem vi na RTP2, parte dum programa do Nilton onde era entrevistado o Abel Xavier.
É inacreditável como ele está. Mais gordo, com uns anos em cima, o que há uns tempos era exótico e até interessante, transformou-se em triste e ridícula figura.
Mas pelos vistos ainda rende mesmo assim...

Duarte disse...

Sim, leão, mas do tempo do Travassos, Martins, Albano e companhia.
Suporto os "andrades", pois a equipa da minha terra veste igual, Pedras Rubras, aliás, então era sortida com o material, já usado, que facilitava o FCP.
Tudo isto sem fanatismos. Vi-os jogar umas seis vezes, e duas delas aqui com o Valência.

Beijinhos

Ana disse...

Duarte,
Do lagarto ao leão vai o passo duma cobra...
Cobras têm línguas biurcadas (como a minha...)

Por aqui pode haver temas sérios, mas a dona do blogue não é de fiar.

Beijinho

Carlota disse...

Ahahahah! Excelente post. Adorei! (Se bem que há coisas nas quais me custa a acreditar... :)
Bom fim-de-semana!

Ana disse...

Carlota,
Ó mulher desconfiada!
Eu era lá pessoa para inventar o que quer que fosse?!

:)))

Beijinho e bom fim de semana.














:))