sexta-feira, 21 de novembro de 2008

POEIRA DE ESTRELAS

Superada a avaria responsável por 21 dias sem "postagens" e porque hoje é Sexta-feira, regressa a "POEIRA DE ESTRELAS".
Estes pedacinhos de cinema (mais ou menos antigos) são escolhidos em função da sua banda sonora, intérpretes, realizadores.
E também porque os considero exemplos duma 7ªArte cada vez mais distante.

LAWRENCE OF ARABIA (1962).
(Peter O'Toole, Omar Sharif, Alec Guiness, Anthony Quinn)

7 ÓSCARES DA ACADEMIA DE HOLLYWOOD:
MELHOR FILME (Sam Spiegel)
MELHOR REALIZAÇÃO (David Lean)
MELHOR FOTOGRAFIA (Freddie Young)
MELHORES CENÁRIOS (John Box, John Stoll, Dario Simoni)
MELHOR MONTAGEM (Anne V. Coates)
MELHOR SOM (John Cox)
MELHOR BANDA SONORA (Maurice Jarre)

Enjoy...

******************

18 comentários:

Pedro disse...

Bem-vinda de volta e obrigado por este belo momento cinematográfico.

Maria disse...

É um excelente filme que não perco sempre que passa num canal de tv...
(ou quando o vou buscar ali à prateleira).

Ainda bem que já voltaste!
Bom fim de semana
Beijinho

salvoconduto disse...

já perdi a conta ao número de vezes que vi este filme.

raul disse...

Seja bem vinda.

Ana disse...

Pedro:
Acreditas que, apesar de tê-lo visto várias vezes, continua a emocionar-me?
Tal como outros do David Lean.
Um Senhor Realizador.

Abraço

Ana disse...

Maria:
Pois cá estou de regresso, embora sinta que perdi um bocadito de "embalagem".
Pode ser que não seja nada...

Um beijinho e um belo fim de semana.

Ana disse...

Salvoconduto:
Fico satisfeita quando constato que também os mais novos apreciam bom cinema com mais de 40 anos.
É bom sinal.

Abraço

Ana disse...

Raul:
Muito obrigada.
Se não estou enganada, já uma vez tinha lido aqui um comentário seu.
Volte sempre.

Abraço

Duarte disse...

Excelente eleição, querida amiga, para recomeçar.

Bem-vinda, é um prazer imenso ver-te de novo por aqui e muito mais por saber que tudo vai bem.

Um forte abraço

Luis Eme disse...

olá Ana.

grandes férias...

abraço

Carlota disse...

Estou satisfeita por estares de volta.
Acho que nunca vi este filme...

Ana disse...

Duarte:
Apenas cerca de 3 minutos extraídos de um longo filme.
Valem pela música e pela fotografia.

Obrigada pelas palavras amigas.

Abraço

Ana disse...

Luís:
Grandes, foram.
Mas eu tê-las-ia dispensado de boa vontade.
A saúde andou periclitante cá por casa, nesse período.
Deixa pra lá, que já passou...

Abraço

Ana disse...

Carlota:
A menina é uma jovem, ainda lhe restam muitos anos pela frente para ver estes velhos filmes:))

Gostei muito de te encontrar por aqui, depois desta paragem.

Beijinho e bom fim de semana

Ze_Cuscopos disse...

Cara vizinha,

O estar de regresso é muito bom sinal, se me permite que o diga!

E muito boa escolha, na verdade!

À vossa aí em casa, pois então!

Hic Hic Hurra

poetaeusou . . . disse...

*
que desempoeirada
retoma . . .
,
vagas nocturnas, envio-te
,
*

Ana disse...

Zé_Cuscopos:
Então não haveria de permitir?
E agradeço as simpáticas palavras.

À sua!

Ana disse...

Poeta:
Foi uma retoma suave.
Por enquanto.

Abraço e bom Domingo.